segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Então e a madrinha?

Sim, a Maria já tem madrinha.
A madrinha também foi um assunto pensado e falado mas, temos a certeza que fizemos a opção certa.
Tal como do padrinho, o convite foi um misto de emoções, a única diferença é que a madrinha não acreditou, inicialmente, que fosse um convite verdadeiro, tal era a sua alegria!!!

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Empadão de alheira com espinafres

Esta é mais uma receita das que aprendi a fazer nos tempos de estudante.
Como é uma receita simples e que gosto, fazemos regularmente cá em casa.
Ingredientes:
Espinafres q.b.
1 alheira
batatas
leite
manteiga
1 ovo


Modo de fazer:
Como faço o puré de batata na Bimby, faço normalmente meio quilo de batatas (meia receita). Os espinafres uso congelados. Usei da última vez, 12 quadrados e cozi em água. Depois do puré estar quase terminado, abre-se a alheira e coloca-se numa frigideira, junta-se os espinafres e envolve-se tudo. Num tabuleiro de ir ao forno, coloca-se uma camada com metade do puré, a mistura dos espinafres e a alheira e, por fim, o resto do puré. No fim, bata-se um ovo o coloca-se por cima, vai ao forno até o ovo estar loirinho!
Bom apetite!!

Música para domingo


sábado, 17 de fevereiro de 2018

Um mês sem cozinhar

Como escrevi aqui, faz hoje um mês que deixei de cozinhar.
Foi uma experiência meio a sério, meio a brincar.
Nestes últimos tempos, vontade para fazer alguma coisa em casa, tem-me faltado em grande quantidade por isso, foi mais uma forma de estar de perna estendida ainda mais tempo.
E perguntam vocês se a experiência tem sido positiva?
Claro que sim, cada coisa que não faço é positivo para mim.
Se o marido cozinha bem? Bem, tem-se esforçado é um facto.
No entanto, pelas minhas contas, ele tem-se baldado mais vezes do que eu; compreendo, o trabalho dele acumulado com todas as tarefas domésticas cá de casa, não é fácil, por isso, sim, posso dizer que o balanço tem sido muito positivo!!!

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

A tentar chutar tudo para canto até ao final de março

Quando se fica grávida, tudo o resto começa, gradualmente a ficar para trás.
Quando fiquei grávida, comecei, inevitavelmente a ter de abrandar o meu acelerado ritmo.
Ou seja, ao longo dos últimos meses, houve coisas que deixei de fazer e outras a que deixei de me dedicar (ou tentei).
Outra das questões que normalmente as grávidas têm é o seu emprego. Neste meu caso concreto, preciso mesmo de concretizar uma tarefa em específico, para ir descansada 5 meses para casa.
Quanto a outras coisas, não tem sido fácil deixar tudo mas, vai ser inevitável.
"E em casa?", perguntam vocês! Tudo pronto? Eu respondo: não!!
Andamos em obras, vejam bem e, depois das obras, ainda queremos pintar parte da casa que não foi pintada no verão. "Vai ser uma correria", dizem vocês, "pois vai", digo eu que já estou a ver que vai ser tudo até ao fim mas, havemos de conseguir!!
Ou seja, os meus últimos dias têm sido uma correria, no trabalho, em consultas, exames e preparação para o parto que começou na quarta-feira e a tentar concluir as mais diversas tarefas porque a minha vida agora é "até a Maria nascer", como podia ser: "depois da Feira de Setembro" ou "depois do Natal", épocas igualmente marcantes a cada ano que passa, quer se goste ou não.

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

Desejos de grávida

Andava com um grande desejo de bolo de fatia, nem de laranja, nem de iogurte ou de côco, em concreto, podia ser um qualquer, o único requisito é que tinha de ser mesmo de fatia.
Ainda não o tinha feito porque, cá por casa, há quem esteja a tentar fazer dieta e eu tenho de respeitar.
No entanto, na falta do leite ideal, no domingo, para fazer arroz doce, fez se um bolo de laranja muito bom e que soube mesmo bem, como se pode comprovar pela foto.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Os presentes da Maria


Ainda falta um mês e meio para nascer e a Maria já tem uma quantidade enorme de presentes à sua espera,: entre roupas e brinquedos, tem um quarto "cheio". 
Fica a foto de mais um presente: a sua primeira manta, feita pela Tia Nela, com muito carinho e que ainda levou mais uma volta em amarelo, quando soube que o quarto da Maria teria apontamentos amarelos. Só mimo!!!

Então e a madrinha?

Sim, a Maria já tem madrinha. A madrinha também foi um assunto pensado e falado mas, temos a certeza que fizemos a opção certa. Tal como d...